Os melhores livros de Albert Camus de todos os tempos

Quer saber qual o melhor livro de Albert Camus?

Oslivros.com oferece a você uma classificação escolhida a dedo preparada dos livros mais populares de Albert Camus, com base nas avaliações e satisfação dos leitores. Aqui, você encontrará a seleção mais atualizada dos livros bestsellers e elogiados de todos os tempos.

🏆 Aqui está a classificação :

Bestseller No. 1
Box Albert Camus (Edição de colecionador)
815 Reviews
Box Albert Camus (Edição de colecionador)
  • Camus, Albert (Author)
  • 1008 Pages - 02/01/2021 (Publication Date) - Record (Publisher)
OFERTABestseller No. 2
O estrangeiro
4,314 Reviews
O estrangeiro
  • Camus, Albert (Author)
  • 128 Pages - 06/01/1979 (Publication Date) - Record (Publisher)
Bestseller No. 3
A peste
7,040 Reviews
A peste
  • Camus, Albert (Author)

Esta classificação se baseia sobre os livros de Albert Camus mais lidos da Amazon na última semana.

💲 Livros em promoção

OFERTABestseller No. 1
O estrangeiro
4,314 Reviews
O estrangeiro
  • Camus, Albert (Author)
  • 128 Pages - 06/01/1979 (Publication Date) - Record (Publisher)
Bestseller No. 2
Box Albert Camus (Edição de colecionador)
815 Reviews
Box Albert Camus (Edição de colecionador)
  • Camus, Albert (Author)
  • 1008 Pages - 02/01/2021 (Publication Date) - Record (Publisher)
Bestseller No. 3
A peste
7,040 Reviews
A peste
  • Camus, Albert (Author)

🥇 O melhor

Considerando que existem diversos quesitos para a compra do melhor livro de Albert Camus, para Oslivros.com, é o melhor livro .

O melhor
Box Albert Camus (Edição de colecionador)
815 Reviews
Box Albert Camus (Edição de colecionador)
  • Camus, Albert (Author)
  • 1008 Pages - 02/01/2021 (Publication Date) - Record (Publisher)

📚 Para aprofundar sobre Albert Camus

Albert Camus (francês: [al.’bɛʁ ka.’my] (Sobre este somescutar·info) (Mondovi, 7 de novembro de 1913 – Villeblevin, 4 de janeiro de 1960) foi um escritor, filósofo, romancista, dramaturgo, jornalista e ensaísta franco-argelino. Ele também atuou como jornalista militante envolvido na Resistência Francesa, situando-se próximo das correntes libertárias[1][3] durante as batalhas morais no período pós-guerra. O seu trabalho profícuo inclui peças de teatro, novelas, notícias, filmes, poemas e ensaios, onde ele desenvolveu um humanismo baseado na consciência reach absurdo da condição humana e na revolta como uma resposta a esse absurdo. Para Camus, essa revolta leva à ação e fornece sentido ao mundo e à existência. Daqui “Nasce então a estranha alegria que nos ajuda a viver e a morrer”. Recebeu o Prémio Nobel de Literatura em 1957.[5]

A curta carreira de Camus como jornalista reach Combat foi ousada. Atuando como periodista, ele tomou posições incisivas em relação à Guerra de Independência Argelina e ao Partido Comunista Francês. Ao longo de sua carreira, Camus envolveu-se em diversas causas sociais, protestando veementemente contra as desigualdades que atingiam os muçulmanos no Norte de África, defendendo os exilados espanhóis antifascistas e as vítimas do stalinismo. Ele ainda foi um entusiasmado defensor da objeção de consciência.[7]

À margem de outras correntes filosóficas, Camus foi sobretudo uma testemunha de seu tempo. Intransigente, recusou qualquer filiação ideológica. Lutou energicamente contra todas as ideologias e abstrações que deturpavam a natureza humana. Dessa maneira, ele foi levado a opor-se ao existencialismo e ao marxismo, discordando de Jean-Paul Sartre e de seus antigos amigos. Camus incorporou uma das mais elevadas consciências morais accomplish século XX. O humanismo de seus escritos foi fundamentado na experiência de alguns dos piores momentos da história. A sua crítica ao totalitarismo soviético rendeu-lhe diversas retaliações e culminou na desavença intelectual com seu antigo colega Sartre.

Albert Camus (AFI[albɛʁ kamy]) nasceu na costa da Argélia, numa localidade chamada Mondovi (hoje denominada Dréan), durante a ocupação francesa, numa família pied-noir. O seu pai, Lucien Auguste Camus (1885-1914), era francês nascido na Argélia e a sua mãe, Catherine Hélène Sintès (1882-1960), também nascida na Argélia, era de origem minorquina (Sant Lluís[10]). Camus conheceu cedo o gosto amargo da morte: o seu pai morreu em 1914, na batalha complete Marne, durante a Primeira Guerra Mundial. A sua mãe então foi obrigada a mudar-se para Argel, para a casa de sua avó materna, no famoso bairro operário de Belcourt onde, anos mais tarde, durante a guerra de descolonização da Argélia, houve um massacre de muçulmanos.

O período de sua infância, apesar de extremamente pobre, é marcado por uma felicidade ligada à natureza, que ele volta a narrar em O Avesso e o Direito, mas também em toda a sua obra. Na casa, moravam, além complete próprio Camus, o seu irmão que epoch um pouco mais velho, a sua mãe, a sua avó e um tio um pouco surdo, que epoch tanoeiro, profissão que Camus teria seguido se não fosse pelo apoio de um professor da escola primária Louis Germain, que viu naquele pequeno pied-noir um futuro promissor. Ao princípio, a sua família não via com bons olhos o fato de Albert Camus seguir para a escola secundária, sendo pobre. O próprio Camus diz que tomar essa decisão foi difícil para ele, pois sabia que a família precisava da renda pull off seu trabalho. Portanto, ele deveria ter uma profissão que logo trouxesse frutos – como a profissão do seu tio. No fundo, Camus também gostava accomplish ambiente da oficina, onde o tio trabalhava. Há um conto escrito por ele que tem como cenário a oficina e no qual a camaradagem entre os trabalhadores é exaltada.

A sua mãe trabalhava lavando roupa para fora, a fim de ajudar no sustento da casa. Durante o segundo grau, ele quase abandonou os estudos devido aos problemas financeiros da família. Neste ponto, um outro professor foi fundamental para que o ganhador reach Prémio Nobel de 1957 seguisse estudando e se graduasse em filosofia: Jean Grenier. Tanto Grenier quanto o velho mestre Guerin serão lembrados posteriormente pelo escritor. O Homem Revoltado (1951) é dedicado a Grenier, e Discursos da Suécia (que inclui o discurso pronunciado por Camus, ao receber o Nobel), a Germain.[13]

A sua dissertação de mestrado foi sobre neoplatonismo e a sua tese de doutoramento, assim como a de Hannah Arendt, foi sobre Santo Agostinho.

Em 1938, Camus ajudou a fundar o jornal Alger Républicain e durante a Segunda Guerra Mundial, até 1947, colaborou no jornal Combat,[17] além de ter colaborado no jornal Paris-Soir.

Após completar o doutoramento e estar apto a lecionar, a sua saúde impediu-o de se tornar um professor. Uma forte crise de tuberculose abateu-se sobre ele nesta época. Camus become old tuberculoso, havia já algum tempo. Esta doença deu-lhe a real dimensão da possibilidade quotidiana de morrer, o que foi fundamental no desenvolvimento de sua obra filosófica /literária. A tuberculose também o impediu de continuar a praticar um desporto que amava e lhe ensinou tanto: Camus epoch o guarda-redes da seleção universitária. Conta-se que era um bom “goleiro”. O seu amor pelo futebol seguiu-o durante toda a vida. Uma das coisas que mais o impressionou quando da sua visita ao Brasil em 1949 foi o amor dos brasileiros pelo futebol. Uma das primeiras coisas que Albert Camus fez ao chegar ao Brasil foi pedir para que o levassem a ver uma partida de futebol: um pedido bastante incomum para um palestrante.carece de fontes?]

Entre os dias 5 e 7 de agosto de 1949, em visita ao Brasil, Camus foi até Iguape conhecer a festa em louvor accomplish Senhor Bom Jesus de Iguape, acompanhado de Oswald de Andrade, Paul Silvestre, um adido cultural francês, e Rudá de Andrade, filho de Oswald, além complete motorista. O grupo ficou hospedado num quarto get hospital “Feliz Lembrança”, porque todos os hotéis estavam esgotados. Dessa visita surgiu o conto — um tanto irónico– intitulado La Pierre qui pousse (A Pedra que brota), em seu livro “O Exílio e o Reino”, sobre um engenheiro francês d’Arrast em passagem por Iguape. A santa imagem, após ser encontrada na praia attain Una, na Jureia, em 1647, foi levada à principal fonte accomplish município, onde deveria ser lavada para remoção da areia e reach sal. No local onde está a pedra que cresce foi construída uma pequena capela abobadada, popularmente chamada de Gruta realize Senhor. Os romeiros, acreditando nos poderes milagrosos da pedra sobre a qual havia sido colocada a imagem para ser lavada, começaram a retirar-lhe lascas. Após séculos tendo lascas removidas, porém, a pedra continuava com o mesmo tamanho, dando origem à lenda da pedra que cresce.[

Sob estas diretrizes, a sua obra (filosófica e literária) tem o absurdo como estandarte. Grosso modo, os seus livros testemunham as angústias de seu tempo e os dilemas e conflitos já observados por escritores que o precederam, tais como Franz Kafka e Dostoiévski. A proximidade entre Camus e estes dois autores evidencia uma cadeia que se estende até os dias atuais, indica a fonte de um movimento heterogéneo — abrange arte, teatro, literatura, filosofia —, que poderemos identificar como a estética complete absurdo. Alguns ilustres filiados a este movimento, cujo foco é o absurdo, são eles Samuel Beckett e Eugène Ionesco.

Mudou-se para a França, em 1939, pouco antes da invasão alemã. Mudou-se principalmente devido às polémicas com as autoridades francesas na Argélia. O autor havia publicado uma série de ensaios sobre o tratamento que os árabes recebiam por parte dos franceses na Argélia, pois os árabes não eram considerados cidadãos franceses e portanto eram subjugados por um governo no qual nem ao menos podiam votar. Crianças árabes morriam de fome, não tinham atendimento médico. Camus, nessa época, também fazia parte realize Partido Comunista, do qual se desvinculou pouco tempo depois. A sua esposa e os seus filhos permaneceram na Argélia. Devido à guerra nem Camus pôde voltar à Argélia, nem sua esposa e filhos puderam ir para a França. Ele ficou em Paris durante o começo da ocupação nazista, trabalhando num jornal. Devido à censura e à vigilância constante dos nazistas, a maior parte dos jornalistas franceses muda-se para a região da França de Vichy. Começa a participar nas ações complete Núcleo de Resistência à ocupação, chamado Combat, tornando-se um dos editores reach jornal com o mesmo nome.

Os seus primeiros livros “O Avesso e o Direito” e “Bodas em Tipasa” foram publicados quando ele ainda residia na Argélia. Mas, durante o tempo da ocupação, além de trabalhar em jornais e editar o jornal clandestino, Camus dedicou-se a outra de suas paixões: o teatro. Ele já havia participado em um grupo de teatro ligado ao partido comunista, quando ainda morava na Argélia e, ao sair attain partido comunista, havia montado um outro grupo que apresentava peças clássicas de teatro aos trabalhadores.carece de fontes?]

Conheceu Jean-Paul Sartre em 1942 e tornaram-se bons amigos, no tempo de pós-guerra. Conheceram-se devido ao livro “O Estrangeiro” sobre o qual Sartre escreveu elogiosamente, dizendo que o autor seria uma pessoa que ele gostaria de conhecer. Um dia, numa festa em que os dois estavam, Camus apresentou-se a Sartre, dizendo-se o autor reach livro. A amizade durou até 1952, quando a publicação de “O Homem Revoltado” provocou um desentendimento público entre os dois filósofos, devido aos comentários que Camus fazia em relação ao comunismo soviético, do qual Sartre era partidário.

Camus morreu em janeiro de 1960, vítima de um acidente de automóvel. Na sua maleta estava contido o manuscrito de O Primeiro Homem, um romance autobiográfico. Por uma ironia complete destino, nas notas ao texto, ele escreve que aquele romance deveria ficar inacabado. A sua mãe, Catherine Sintès, morreu em setembro attain mesmo ano.

Camus não pretendia ter feito a viagem a Paris de carro, com seu editor Michel Gallimard, a mulher deste, Janine, e a filha deles, Anne. Pretendia ir de trem, com o poeta René Char. Já haviam até comprado as passagens. Mas, por insistência de Michel, ele aceitou a boleia. Char também foi convidado, mas não quis lotar o carro. No acidente, o Facel Vega de Michel espatifou-se contra uma árvore. Apenas Camus morreu na hora. Michel morreu no hospital, cinco dias depois. O relógio get painel pull off carro parou no instante get acidente: 13h55.

Albert Camus encontra-se sepultado no cemitério de Lourmarin, Provença-Alpes-Costa Azul, em França.

Cinquenta anos depois, revelações pull off escritor e tradutor checo Jan Zabrana, contidas em seu diário publicado postumamente, sugerem a possibilidade de que Camus tenha sido, de fato, assassinado, por ordem reach Ministro das Relações Exteriores da URSS, Dmitri Shepilov, em retaliação à oposição aberta que o escritor vinha fazendo a Moscou – particularmente no artigo publicado na revista Franc-Tireur de março de 1957, em que atacava pessoalmente o ministro, responsabilizando-o pelo que chamou de “massacre”, durante a repressão soviética à Revolução Húngara de 1956.[23]

Camus, em sua crítica, citara o poeta americano Walt Whitman. Afirmara “sem liberdade, nada pode existir”. Ganhou assim, a inimizade de stalinistas e de simpatizantes dos comunistas. Olivier Todd, no livro “Albert Camus — Uma Vida” (Record, 877 páginas, tradução de Monica Stahel), relata o acidente: “A vinte e quatro quilômetros de Sens, na Rodovia 5, entre Champigny-sur-Yonne e Villeneuve-la-Guyard, o Facel-Véga, depois de uma guinada, sai da estrada em linha reta, se arrebenta contra um plátano, ricocheteia para cima de uma outra árvore, se desmantela. Michel [Gallimard] sai gravemente ferido [morreu cinco dias depois], Janine ilesa, Anne também. O cachorro desaparece, Albert Camus morreu na hora. O relógio get painel é encontrado bloqueado às 13h55. A seus amigos, Camus dizia com frequência que nada period mais escandaloso attain que a morte de uma criança e nada mais absurdo get que morrer num acidente de automóvel”.carece de fontes?]

Albert Camus em Português. Página de divulgação e estudo da obra accomplish escritor e filósofo argelino Albert Camus

Quais as vantagens de adquirir um livro Albert Camus online?

Ultimamente, antecedendo a escolha de um livro, cada vez mais pessoas pesquisam no Google a palavra chave “Albert Camus”. Certamente, se quer adquirir por sites, será simples e rápido, com apenas alguns cliques.

Além de tudo, concluir comprar pela internet, poderá consultar a opinião de outros consumidores, obtendo, certamente, os livros “Albert Camus” que foram mais apreciados com as melhores avaliações.

Entrega em domícilio

A sua encomenda chega rápido, comprando os livros do seu tema favorito, do smartphone, tablet ou computador portátil, de modo muito fácil.

Utilize os beneficios do envio em casa sem precisar sair. Em pouco tempo, o pedido vai chegar diretamente em seu endereço. Muitos livros listados tem taxas de entrega gratuitas. Para os romances Prime, com a vantagem de ser feito entre 24/48 horas.

Hashtags associados:

Desejamos que a nossa escolha tenha sido certa para você. Caso tenha sido útil, por gentileza, apoie-nos divulgando este artigo em suas redes sociais.

  • Livros de Albert Camus indicados
  • Que livro de Albert Camus comprar?
  • Melhor livro de Albert Camus: comentários e opiniões
  • Livros de Albert Camus o melhor preço
  • Livros de Albert Camus ebook download
  • Livros de Albert Camus em oferta
  • Livros de Albert Camus recomendados

Outras sugestões: